Visite o maior Shopping Online do Brasil

O pais dos Arrudas

Fátima - Capital Inicial
Composição: Flávio Lemos, Renato Russo





Vocês esperam uma intervenção divina







Mas não sabem que o tempo agora está contra vocês
Vocês se perdem no meio de tanto medo




De não conseguir dinheiro pra comprar sem se vender





E vocês armam seus esquemas ilusórios







Continuam só fingindo que o mundo ninguém fez







Mas acontece que tudo tem começo







Se começa um dia acaba, eu tenho pena de vocês





E as ameaças de ataque nuclear
Bombas de neutrons não foi Deus quem fez
Alguém, alguém um dia vai se vingar





Vocês são vermes, pensam que são reis




Não quero ser como vocês
Eu não preciso mais





Eu já sei o que eu tenho que saber
E agora tanto faz





Três crianças sem dinheiro e sem moral
Não ouviram a voz suave que era uma lágrima
E se esqueceram de avisar pra todo mundo
Ela talvez tivesse um nome e era: Fátima









E de repente o vinho virou água










E a ferida não cicatrizou






E o limpo se sujou
E no terceiro dia ninguém ressuscitou

Nenhum comentário:

UPPs. 'Para quê?'

Vejo a questão das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) com certa reserva. Porém, de certa forma nunca se procurou acertar a questão da segurança como agora. Não vejo como solução, os governos chegam e partem sempre, e então me pergunto: por onde andam os "brizolões"? Por onde andam os restaurantes e hotéis populares? Por onde andam os "cheques-cidadão"? A questão é infinitamente mais complexa que implatar UPP, haja vista que já vimos novos soldados das unidades se envolvendo em crimes. Será que em 2014 não estarei aqui perguntando por onde andam as UPPs, por onde andam as UPAs?

Essa é a grande questão.
A vaidade dos governantes faz com que mesmo que o projeto do antecessor seja bom eles parem.
Talvez hoje não precisássemos de UPPs se os colégios integrais tivessem continuado na forma total, se tivéssemos professores bem preparados e com salários dignos, onde as crianças estariam aprendendo ginástica, futebol etc, onde elas pudessem ter momentos de lazer com educação integral, alimentação, tratamento médico e psicológico, aprendendo uma profissão, com aulas de cidadania e civismo.

Para quê UPP?
Não adianta matar a cobra e deixar os ovos. Os ovos do mal continuam lá, não adianta matar traficantes e ostentá-los para a imprensa, pois os ovos continuam sendo gerados, os traficantes estão migrando para Niterói, Angra dos Reis, Região dos Lagos, Região Serrana...

UPP é solução
Para uma elite que nunca se preocupou com os mais humildes: "meu filho está bem, dane-se o filho da favela".

E o resultado está aí.
Só houve preocupação com o crack quando ele foi para o asfalto. Na favela, quem estava preocupado? Meu filho tem boa alimentação, estuda nos melhores colégios, na melhor faculdade, para quê me preocupar?

Hoje só estão criando UPPs pelos eventos esportivos no "Brazil". Se não fosse isso, não haveria UPPs. O que é mais barato, a prevenção ou a cura?

Não sejamos idiotas.
Não deixem que nos enganem com o mau uso do dinheiro público.
Para quê UPPs?

Este DESABAFO foi escrito por um leitor do Globo. Getulio Neto em artigo do leitor 28/04 /10

GRAVIDEZ

NA ADOLESCENCIA
De Galdino

Garotas bobas, que se deixa enganar por um moleque babaca, que não sabe namorar, e nem tão pouco amar.

Ele acha que a vida é feita de sexo, e não de amizade e respeito, são uns otários.

Que engana as meninas, envolvendo as na teia do prazer, levando as até o máximo.

E o otário que pensa que é esperto, não sabe parar e vai até o fim.

Não usa camisinha, não quer saber se a menina esta prevenida, e acaba engravidando a, trazendo assim para ela um problema familiar, e uma criança ao mundo.

Obs: Noventa e nove por cento destes espertos babacas não assume e sim somem...!

Largando uma criança tomando conta de outra criança, perdendo assim a sua infância, só porque o corpo foi fraco,
e se envolveu com um esperto babaca, que deixou a com tesão.
Naquele estante você se deixou levar, quem sabe até gostou.! Agora vai pagar por esse vacilo, por ter escolhido um moleque para namorar na sua infância.
Ficarar agora com uma criança no colo lhe chamando de mãe, quando deveria estar com uma boneca, ou um ursinho.
Pense no que eu digo! não de mole. Talvez 15 minutos mal feito de amor traga um aborrecimento para você, pelo resto da sua vida,
seja esperta, pois quem sofre é você e seu filho.
Ante de sair, por favor! Não esqueça a camisinha ...
(No Brasil a cada ano cerca de 20% das crianças que nascem, são filhos de adolescentes.
A maioria garotas com menos de 15 anos)...?...?...?